Vitamina K – Muito Importante Conhecê-la!

Tempo de leitura: 2 minutos

A Vitamina K representa um grupo de vitaminas lipossolúveis e se dividem em K1, K2 e K3. A vitamina K1 é encontrada em alimentos de origem vegetal, a K2 é produzida pela nossa flora intestinal (sendo sua carência muito rara, podendo acontecer em pacientes com má absorção intestinal, processo cada vez mais comum nos dias de hoje e pouco admitido pela medicina convencional); já a K3 é produzida em laboratório. Esta última versão é mais utilizada nos suplementos a venda no mercado. A vitamina K ajuda na coagulação sanguínea, fortalece os ossos e o sistema circulatório (prevenindo a aterosclerose, doença cardíaca coronária (DCC) é o estreitamento dos pequenos vasos sanguíneos que fornecem sangue e oxigênio ao coração). 

Boas Fontes de Alimentos Ricos em Vitamina K:

A vitamina K pode ser encontrada em diferentes alimentos. Boas fontes dela são a Salsa, o Brócolis, Couve-flor, Agrião, Rúcula, Repolho, Nabo, Alface, Alfafa, Espirulina, Chlorella, Espinafre e outros vegetais verdes.

Sabia que 1 colher de sopa cheia de Salsa fresca contém quase 100% das necessidades diárias de vitamina K?

salsa_vitamina_k_fernando_braga
E para não gerar carências desta e de várias outras vitaminas, basta criar um relacionamento definitivo e diário com um delicioso suco verde! 
fernando_braga_suco_verde
O Abacate, o Ovo e o Fígado de Boi também possuem quantidades razoáveis de vitamina K. Ao tratar meus pacientes com Acupuntura e Fitoterapia procuro nunca pensar apenas em reposições parciais desta ou daquela vitamina. Sempre raciocinamos no todo, repondo o máximo de nutrientes possível para o organismo em tratamento. Falando da vitamina K, venho utilizando a Chlorella em cápsulas como fonte segura de reposição deste e de qualquer outro nutriente há pelo menos 10 anos. Sempre com resultados incríveis. Sem nunca esquecer é claro de estimular o uso rotineiro dos alimentos listados aqui em sucos verdes e nas principais refeiçoes do dia!
Uma Observação Importante e depois uma Reflexão Importante: 
Observação Importante: Pessoas fazendo uso de anticoagulantes como o Marevan (Varfarina sódica), precisam ter maior cuidado com alimentos ricos em vitamina K. O paciente não precisa evitar a ingestão destes alimentos, bastando ter sempre a preocupação de não modificar drasticamente o consumo (aumentando muito a ingestão), já que a variação da quantidade ingerida interferirá diretamente no efeito do medicamento. Cabe ao médico avaliar caso a caso para garantir a eficácia do tratamento. Nos últimos anos, surgiram novas drogas orais no mercado: Dabigatrana, Rivaroxabana e Apixabana, utilizados no tratamento e prevenção do tromboembolismo, com poucas interações com medicamentos e alimentos. Porém, apesar de representarem boas alternativas, estes medicamentos também possuem desvantagens, como a necessidade do acompanhamento da função renal, o que pode acabar tornando o uso não indicado.

Reflexão Importante: Será que realmente compensa mesmo tomar os anticoagulantes? Num seria mais interessante acrescentar alimentos anticoagulantes na dieta diária, por meio de uma alimentação mais natural?

 

clorella_fernando_braga chlorella_fernando_bragaUm abraço a Todos!

Professor Fernando Braga

Saúde é Tudo

4 Comentários


  1. Gostaria de um contato com vc Fernando. Numero de celular e e-mail. Onde vc atende?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *