Entrevistas com Dicas de Fitoterapia para Você Ouvir em MP3!

Tempo de leitura: 1 minuto

Caros Amigos e Amigas que acompanham meu Blog! No ano de 2004 concedi 3 entrevistas para a Rádio Inconfidência em Belo Horizonte, falando sobre os benefícios da Fitoterapia Chinesa e Brasileira. Na ocasião expliquei sobre a Diferença entre a Fitoterapia praticada dentro do modelo médico ocidental e a Fitoterapia Chinesa e Brasileira, onde esta última oferece aos seus praticantes um modelo de diagnóstico próprio. E isso por si só já é fantástico! Pois a Leitura da Medicina Tradicional Chinesa na Saúde e na Doença é muito mais bela, abrangente e eficiente do que a leitura fragmentada e cartesiana da medicina convencional. 

fernando_braga_entrevista

Nestas entrevistas procurei dar ênfase na habilidade que a medicina tradicional chinesa possui em tratar com rapidez diversas doenças corriqueiras que afligem a população e também sua imensa capacidade de promover saúde!

Procurei abordar também a importância de se manter em casa algumas ervas importantes para doenças que aparecem no dia a dia e que se você não tiver as ervas a mão para preparar seus chás, certamente precisará correr a drogaria mais próxima!

E numa destas entrevistas chamei atenção para a importância do uso do sabor amargo no nosso dia a dia e expliquei porque!

Procurei dar dicas aos ouvintes sobre como tratar problemas simples através das plantas medicinais e sobre como prevenir doenças também! 

Abaixo disponibilizo para você baixar o áudio das 3 entrevistas que concedi naquela ocasião. Estão em MP3 e você poderá ouvir enquanto faz caminhada, ou enquanto vai para o seu trabalho! Acredito que conhecimento nunca é demais! Espero que possa ser útil e agregar alguma informação a mais para você!

Entrevista  – Dicas de Fitoterapia 1

Entrevista – Dicas de Fitoterapia 2

Entrevista – Dicas de Fitoterapia 3

Um abraço a Todos!

Professor Fernando Braga

SAÚDE É TUDO!

2 Comentários


  1. Boa tarde.
    Os arquivos não estão abrindo. É possível disponibilizá-los novamente?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *